Manual dos Bairros do Porto

Demoramos muito para entender a lógica das regiões e bairros do Porto. A começar pelo fato de que aqui eles não são chamados bairros e sim freguesias, para além disso existem as juntas de freguesia, que são regiões administrativas que juntam as freguesias perto. Depois que vindo do Brasil, tínhamos uma lógica um pouco diferente de cidade e dentro da cidade, infelizmente, estávamos acostumadas a ver muita desigualdade de um bairro para o outro. Aqui não existe necessariamente uma freguesia ruim, de um modo geral são todas bem estruturadas com transporte, centros  de saúde, boas escolas, parques etc. Mas claro, existem áreas mais valorizadas e existe preferência, mas que vai muito de pessoa para pessoa. É preciso avaliar se prefere morar no centro, perto da agitação ou em um lugar mais afastado.

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (8)

Hoje vamos tentar explicar um pouco de cada região do Porto, as juntas de freguesias, mas também vamos um pouco além. Vamos falar de municípios vizinhos que pela proximidade e facilidade de transporte também devem ser levados em consideração por quem está procurando uma região para viver, mesmo que trabalhe ou estude no Porto.

Existem 7 juntas de freguesia no Porto, são elas:

mapa freguesias

1 – Paranhos: É uma das maiores freguesias da cidade e também muito populosa. Antiga região de agriculturas hoje tem uma grande concentração de estudantes já que é aqui que se encontra o polo universitário do Porto.  Parte da região, junto com uma pequena parte do Bonfim e de Campanhã também é chamada popularmente de Antas e é uma região valorizada com construções mais novas.

Pontos de Interesse: Hospital de São João, biblioteca da Casa da Cultura de Paranhos, Parque da Quinta do Covelo e a Praça 9 de abril.
Estações de Metro: Combatentes, Salgueiros, Polo Universitário, IPO e Hospital São João

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (7)

2 – Bonfim: Podemos dizer que a freguesia é ao norte mais moderna, com prédios mais novos, e ao sul, pela proximidade com o centro histórico, mais antiga e com partes mal conservadas. No geral não é uma freguesia cara, mas tem áreas mais valorizadas como parte da Avenida dos Combatentes e a Rua La Couture.

Ponto de Interesse: Real Biblioteca Pública da Cidade do Porto (antigo Convento de Santo Antonio), Faculdade de Belas Artes e Igreja do Bonfim.
Estações de Metro: Campo 24 de agosto e Heroísmo

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (12)

3 – Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde: Aldoar e Nevogilde são zonas sossegadas e bastante residenciais, já a Foz, podemos dizer que é a freguesia mais valorizada da cidade, em especial a Avenida de Montevideu e a Avenida da Boavista e tem muita vitalidade. É uma zona balnear que conta com diversos pontos de interesse.

Pontos de Interesse: Universidade Católica, Jardim do Passeio Alegre, o Parque da Cidade e o Castelo do Queijo.
Estações de Metro: Não possui

foz do douro-porto

4 – Ramalde: Já foi rural e depois virou um importante polo industrial, que é até hoje. Tem mais de 45 mil habitantes e é uma das maiores freguesias do Porto. As zonas mais valorizadas são a do Pinheiro Manso e a área circundante ao Estádio do Bessa e a Avenida da Boavista.

Pontos de Interesse: Quinta do Rio, o IPAM (Instituto Português de Administração de Marketing), o Museu da Farmácia e a Casa Ramalde.
Estações de Metro: Francos, Ramalde e Viso

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (6)

5 – Campanhã: Foi uma importante reserva agrícola da cidade e é conhecida pela estação de trem. Muitas pessoas não gostam do bairro por ter muitos bairros sociais, mas a verdade é que bairros sociais tem por toda a cidade e são muito organizados e seguros. É um dos bairros com mais potencial para expandir e uma promessa de região que ainda vai dar muito o que falar por ainda ter preços acessíveis e estar em reabilitação. Resumindo, se quer investir a longo prazo considere Campanhã! Na região também tem zonas com vistas espetaculares para o Douro, e zonas mais valorizadas, que como falamos é conhecida como Antas (é a região mais próxima do estádio do Dragão).

Pontos de interesse: Parque de São Roque e Estádio do Dragão
Estação de Metro: Campanhã e Estádio do Dragão

manual-de-bairros-e-freguesias-do-porto_10

6 – Lordelo do Ouro e Massarelos: É também uma região bastante valorizada da cidade, principalmente, em Massarelos; o entorno da Rotunda da Boavista, a Rua do Campo Alegre, a zona do Seminário de Vilar e a Rua do Ouro. Já em Lordelo do Ouro as zonas mais valorizadas são a Avenida Marechal Gomes da Costa, na Rua de Sobreiras e na área delimitada pelas ruas do Campo Alegre, António Cardoso, Guerra Junqueiro e António Patrício. Também tem uma parte ribeirinha, que era a antiga região de pescadores.

Pontos de interesse: diversas faculdades da Universidade do Porto, Museu do Romântico, Museu de Serralves, Mercado Bom Sucesso, Jardim Botânico do Porto, Museu do Carro Elétrico, Parque da Pasteleira e Palácio de Cristal.
Estações de Metro: Não possui

lordelo douro-porto

7 – Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória: É o núcleo onde nasceu a cidade do Porto. Era toda envolvida pela Muralha Fernandina, que ainda hoje tem resquícios pela cidade e é mesmo o centro histórico da cidade, que é patrimônio Mundial da Unesco. Por razões óbvias concentra muitos pontos de interesse. Por tudo isso é uma região muito turística e com construções mais antigas, muitas das quais revitalizadas por dentro. As zonas mais caras são a Praça de Carlos Alberto,  praticamente toda a extinta freguesia de Miragaia, a zona ribeirinha de São Nicolau e a zona da Praça D. João I. Embora o centro do Porto esteja agora reabilitado e na moda a Foz ainda é a freguesia mais valorizada da cidade.

Pontos de interesse: Avenida dos Aliados, a Catedral da Sé (séc. XII), Mercado do Bolhão, Torre dos Clérigos, Livraria Lello, Casa da Música entre vários outros.
Estações de Metro: São Bento, Aliados, Trindade, Bolhão, Faria Guimarães, Lapa e Carolina Michaelis e Casa da Música.

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (13)

Essa são as 7 juntas de Freguesia do Porto e hoje se diz muito que com o centro em ebulição o futura está ao oriente: Campanhã, Bonfim e Paranhos são três freguesias que devem ficar cada vez mais valorizadas.

Já fora do Porto, vale a pena destacar regiões de dois concelhos vizinhos ao Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia.

mapa concelhos

No Conselho de Matosinhos destacamos as freguesias de Matosinhos, Leça da Palmeira e  Senhora da Hora.

A freguesia de Matosinhos é uma antiga zona industrial e de pescadores que é muito apreciada por ser majoritariamente plana! Algo que não é muito comum no Porto. Tem muitos prédios novos, bastante comércio, muitas estações de metro e praia. Cariocas que somos, nos identificamos bastante com essa região.

Pontos de Interesse: Praia de Matosinhos, Biblioteca Municipal e Mercado Municipal.
Estações de Metro: Senhor de Matosinhos, Mercado, Brito Capelo, Matosinhos Sul, Câmara de Matosinhos, Parque Real e Pedro Hispano.

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (14)

Já a freguesia de Senhora da Hora é mais distante do mar mas é uma ótima zona residencial e com bom custo benefício.

Pontos de interesse: o maior Shopping do Porto, o Norteshopping e a Faculdade ESAD (Escola Superior de Artes e Design).
Estações de Metro: Sete Bicas, Senhora da Hora, Vasco da Gama e Estádio do Mar.

A freguesia de Leça da Palmeira também é interessante por ter praia, prédios novos e bastante valorizados na avenida da praia.

Pontos de Interesse: além das praias, Farol de Leça, o Mar Shopping (com a nossa querida Ikea), a Exponor e Quinta da Conceição.
Estações de Metro: Não possui.

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (9)

Concelho de Vila Nova de Gaia – Neste concelho destacamos as freguesias de Santa Marinha e Mafamude por serem as duas freguesias mais centrais e que possuem bastante transporte conectando ao Porto, tanto de autocarro quanto de metro nos arredores da Avenida da República. A principal vantagem é que tem uma boa oferta de apartamentos novos com bons preços. Já uma desvantagem é o trânsito nos horários de começo e fim de expediente para quem vai de carro para o Porto.

Pontos de Interesse: Caves de Vinhos do Porto, Mosteiro da Serra do Pilar, Jardim do Morro, El Corte Inglês.
Estações de Metro: Jardim do Morro, General Torres, Câmara de Gaia, João de Deus, D. João II e Santo Ovídio.

manual-dos-bairros-e-freguesias-do-porto (3)

Esperamos ter ajudado quem está procurando uma boa região na cidade para morar e se compartilhe com a gente as suas percepções sobre a freguesia onde mora. Vamos adorar saber!

assinatura_as-duas


27 thoughts on “Manual dos Bairros do Porto

  1. Continuação de bom trabalho 🙂

    Apenas para esclarecer:
    – Conselho é o mesmo que parecer ou opinião e também designa «reunião ou grupo de deliberação»:
    Pedir um conselho.
    Conselho de Ministros
    – Concelho é uma «divisão administrativa de um distrito»:
    Em Portugal, cada distrito tem vários concelhos.

    Gostar

  2. Muito elucidativo. Aqui no Brasil estamos acostumados a dividir o Brasil por estados, regiões, cidades e, municípios e bairros. Então não conseguia fazer essa distinção em Portugal.
    Também tem uma outra divisão no Porto ou seja:
    Lado esquerdo 3° piso Almeida Garret. Podem me explicar sobre esse endereço ? Acho que faz parte do Porto.
    Agradeço
    Leonora

    Gostar

    1. Que bom que o nosso post te ajudou, Leonora. A gente também só aprender as novas divisões de Distrito, Freguesia e Localidade quando chegamos aqui. Em relação ao endereço que nos enviou, os apartamentos não são nomeados por números como no Brasil e sim por posicionamento dentro do prédio, como por exemplo 2º direito frente. No caso portanto o apartamento é um 3º esquerdo. Espero ter ajudado! beijinhos, Renata

      Gostar

  3. Muito Bom. O Porto é bem melhor que Lisboa. Brasileiro que tem idéia de morar em Portugal. Foge de Lisboa que esta cada vez mais cara tanto o aluguel como o custo de vida fora o trânsito infernal. O Porto é bem legal e mais barato. Pode acreditar nisso e em 2018 ´#BOLSONARO PRESIDENTE.

    Gostar

  4. Olá, otimo post! Estou em busca de um bairro bonito e calmo para se morar, zona residencial, com casas e bem arborizado, como a av Marechal Gomes da Costa… ou quase isso, rs, pois os preços nessa avenida sao muito altos. O que vc sugere? Nao me importo muito com a distancia do centro ou carencia de transporte publico, e também sei que uma localizacao nesses termos pode não ser muito barata. Se puder me dar uma luz, ficarei muito grata! Obs; já pesquisei todos os que vc citou no post.

    Gostar

    1. Olá Thaiane, sua pergunta é bem específica e sinceramente não sabemos respondê-la. Acredito que nesse caso seja melhor você mesma andar pelas ruas da Foz em busca daquela que mais irá lhe agradar, mas no bairro da Foz irá encontrar alguma com certeza, pois é uma região muito agradável da cidade. Beijinhos, Renata

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s